O Rally Sertões 2018 em resumo:

26a. edição
De Goiânia a Fortaleza (Goiás, Bahia, Piauí e Ceará)
De 18 a 25 de agosto
3.607 km entre deslocamentos e trechos cronometrados
Categorias: Carros, Motos, Quadriciclos e UTVs

Um dos segredos do sucesso do Rally dos Sertões como competição é a abertura de espaço para todo tipo de competidor, ampliando a participação de pilotos nas mais diferentes categorias, proporcionando a experiência de pilotar nos pisos mais exigentes pelo coração do Brasil disputando com grandes nomes do rali nacional e internacional.

Galeria de fotos em alta resolução

Entre estes exemplos está a categoria 230, criada para quem disputa o rali utilizando uma motocicleta Honda CRF 230 F, fabricada no Brasil. Há três anos, Júlio Zavatti corre e domina a classe, que cresce em número de inscritos a cada edição. Ele é piloto oficial da equipe Honda Racing.

O Rally dos Sertões 2018 será disputado entre Goiânia e Fortaleza, de 18 a 25 de agosto. Além das motos, a prova é aberta para carros, quadriciclos e UTVs e terá ao todo 3.607 quilômetros entre deslocamentos e trechos cronometrados. O roteiro passará pelos estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará.

Zavatti, mais conhecido como “Bissinho”, destaca o custo mais baixo, a segurança e o desempenho da moto. “Já corri em moto de 450 cilindradas e depois tive a oportunidade de correr na 230. Era pegar ou largar: competir de 230 ou ficar em casa. Foi a maneira que encontrei de disputar o Sertões”, conta.

“A durabilidade da moto é impressionante, bem como sua segurança. Parece até loucura disputar um rali como o Sertões em uma moto de cilindrada baixa, mas o desempenho dela foi muito acima da minha expectativa. Em todos os anos, além de ganhar na categoria, ficamos entre os primeiros na classificação Geral das motos”, lembra Zavatti.

De fato, o piloto ficou em nono em 2015, em sexto lugar no ano seguinte e conquistou um impressionante quarto lugar entre todas as motos em 2017, tendo ainda ficado em segundo lugar no geral da primeira etapa entre as motocicletas. A categoria 230 serve como porta de entrada e também como vitrine para algumas equipes.

Júlio Zavatti continua na mesma categoria em 2018 e desta vez vai defender a equipe oficial Honda Racing. “Todo piloto sonha estar ali, com uma estrutura grande e todo o suporte para ter de se preocupar apenas em pilotar, navegar e trazer o resultado”, disse o tricampeão da classe 230, que recentemente venceu o Rally RN 1500 entre as motos.

Categoria Self – Em 2018, a Dunas Race, empresa organizadora do Rally dos Sertões, resolveu criar uma nova categoria nas motos: “Self”. Trata-se de uma categoria de baixo custo dedicada a pilotos que queiram completar o Rally dos Sertões sem apoio mecânico, resgatando o verdadeiro espírito do rali.

A empresa Bike Box, com 25 anos de experiência no Rally dos Sertões, foi escolhida pela organização do evento para operacionalizar a Categoria Self. Os participantes poderão contar com ferramentas, tendas iluminadas e outros serviços.

“A categoria Self é uma porta de entrada para participar do Rally dos Sertões na categoria Motos. E está gerando bastante interesse porque exige um investimento menor”, afirma Sabrina Proença, responsável pelo relacionamento com os competidores.

Roteiro do Rally dos Sertões 2018

Sábado (18/08)
Prólogo e Largada Promocional
Goiânia

Domingo (19/08)
1ª Etapa
Goiânia (GO) – Formosa (GO)

Deslocamento Inicial – 250 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 300 km
Deslocamento Final – 140 km
Total do dia: 690 km

Segunda (20/08)
2ª Etapa
Formosa (GO) – Posse (GO)

Deslocamento Inicial – 29 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 307 km
Deslocamento Final – 50 km
Total do dia: 386 km

Terça (21/08)
3ª Etapa
Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)

Deslocamento Inicial – 24 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 255 km
Deslocamento Final – 71 km
Total do dia: 350 km

Quarta (22/08)
4ª Etapa
Luís Eduardo Magalhães (BA) – Barra (BA)

Deslocamento Inicial – 123km
Trecho Especial (Cronometrado) – 355 km
Deslocamento Final – 0
Total do dia: 478 km

Quinta (23/08)
5ª Etapa
Barra (BA) – São Raimundo Nonato (PI)

Deslocamento Inicial – 0km
Trecho Especial (Cronometrado) – 400 km
Deslocamento Final – 46km
Total do dia: 446 km

Sexta (24/08)
6ª Etapa
São Raimundo Nonato (PI) – Juazeiro do Norte (CE)

Deslocamento Inicial – 39 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 226 km
Deslocamento Final – 338 km
Total do dia: 603 km

Sábado (25/08)
7ª Etapa
Juazeiro do Norte (CE) – Fortaleza (CE)

Deslocamento Inicial – 166 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 200 km
Deslocamento Final – 288 km
Total do dia: 654 km

Total geral: 3607 km

O Rally dos Sertões é organizado pela Dunas Race e tem patrocínio da Mitsubishi, Honda, Divino Fogão e Cartões Elo. Apoio institucional do Detran de Goiás, dos governos do Estado do Ceará e de Goiás e da prefeitura de Fortaleza.

Vipcomm
Assessoria de Imprensa do Rally dos Sertões
Ricardo Ribeiro ([email protected])

Pabx: (011) 3893-1010 / WhatsApp: (011) 98201-4100