Peterhansel, Sainz, Loeb, Despres Al-Attiyah e Gordon puxam a maior lista de inscritos na categoria desde 2015, com 130 carros na briga.

Principal categoria de quatro rodas do Dakar, a divisão dos carros tem um de seus grids mais estrelados para a edição de 2019, que acontece entre os dias 7 e 17 no Peru. Nada menos que cinco campeões estarão na disputa – sem contar outras duas lendas dos ralis que seguem na briga para entrar nesse grupo.

Entre os já laureados, quem puxa a lista é o heptacampeão nos carros e motos Stéphane Peterhansel, que, ao lado do bicampeão das motos Cyril Despres e dos campeões Carlos Sainz e Nani Roma, formam o esquadrão da Mini com o modelo John Cooper Works Buggy. Outros dois campeões, Nasser Al-Attiyah e Giniel de Villiers, seguem como companheiros de equipe na Toyota.

Além de Despres, entre os que correm por fora para levarem o primeiro caneco entre os carros merecem destaque Sebastien Loeb e Robby Gordon. Multicampeão do WRC, Loeb quer vencer o maior rali do mundo para se tornar o maior de todos os tempos correndo com um Peugeot particular, após a debandada da marca francesa; já o performático Gordon, antiga estrela da Indy e militante do Dakar desde 2015, segue na luta com o modelo Textron Wildcat XX.

“Decidi disputar o Dakar no último minuto e ainda tenho fome de vitória. Não tivemos a preparação ideal, mas não esqueci de nada do que aprendi nos últimos três anos”, destaca Loeb. “Teremos competidores duros e não temos ideia do quão competitivos eles estarão, por isso creio que teremos uma disputa aberta com diversos favoritos e espero estar entre eles”, completa o francês.

Neste ano, o Brasil não contará com representantes nesta categoria, uma vez que os UTVs, que competiam na mesma divisão até o ano passado, agora formam uma classe própria. O país disputa o Dakar com Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, Bruno Varela/Maykel Justo, Cristian Baumgart/Beco Andreotti, Marcos Baumgart/Kleber Cincea e Lourival Roldan nos UTVs, além de Marcos Colvero e Lincoln Berrocal nas motos.